Mercados Abastecedores na “BTL’18”

Os mercados abastecedores geridos pela SIMAB, SA participam agora, pela primeira vez, na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, a maior feira de Turismo em Portugal, que se realiza de 28 de fevereiro a 4 de março, na FIL – Parque das Nações.

A participação dos quatro mercados da SIMAB (MARLisboa, MARBraga, MARÉvora e MARFaro) neste certame dedicado a uma das áreas económicas em evidente ascendência resulta de uma parceria com a AHRESP – Associação de Hotelaria e Restauração de Portugal.

A par da presença institucional da Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores, a participação na BTL’18 permite que alguns dos seus clientes possam usufruir de um palco privilegiado para a apresentação ou divulgação de novos produtos, particularmente aqueles mais voltados para o mercado turístico.

«A nossa ativa participação na BTL dá cumprimento ao desiderato de contribuirmos para relevar a qualidade e a capacidade de internacionalização dos nossos clientes, os operadores dos mercados abastecedores, que assim podem sustentar o processo de internacionalização da economia nacional», justifica o CEO do Grupo SIMAB.

Rui Paulo Figueiredo, que agradece o interesse da estrutura associativa que representa o “canal horeca” para a parceria que proporciona à SIMAB esta partilha de espaço e de objetivos, lembra que a presente edição da Bolsa de Turismo de Lisboa regista mil expositores, esperando a visita de 77 mil pessoas, parte deles profissionais do setor do turismo e serviços conexos, muito particularmente centenas de “hosted buyers” ou compradores internacionais.

Aos objetivos enunciados, a presente parceria com a AHRESP acrescenta particular interesse, porquanto a estrutura associativa se propõe implementar uma Rede de Restaurantes Portugueses no Mundo, enquanto embaixadores gastronómicos espalhados pelos cinco continentes, projeto a que vai dar destaque durante esta edição da BTL.

«Os clientes da SIMAB, os operadores dos seus mercados abastecedores, têm particular responsabilidade na implementação desta rede de restauração portuguesa pelo mundo, porque falamos de alguém que significa qualidade e capacidade logística para a colocação dos seus produtos no mercado internacional», sublinha Rui Paulo Figueiredo.

2018-02-28T11:56:14+00:00